sexta-feira, 1 de julho de 2016

Jogo da Literatura

Agora que as férias estão aí, verifique os seus conhecimentos sobre as obras literárias universais: o Jogo da Literatura (clique aqui).

Para saber se dispomos dos livros apresentados no "Jogo da Literatura", consulte o catálogo das bibliotecas escolares e da biblioteca municipal online (clique aqui).
Boas leituras!

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Concurso “Literacia 3D”


LITERACIA 3D é uma iniciativa da responsabilidade da Porto Editora que consiste num desafio nacional dirigido aos alunos dos 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico de todo o país, envolvendo os respetivos professores e estabelecimentos de ensino, com o propósito de avaliarem as suas competências em três dimensões do saber: leitura, matemática e ciência.
Este desafio pelo conhecimento decorreu durante o ano letivo em três fases – local, distrital e nacional –, com base em provas interativas disponibilizadas através da plataforma online Escola Virtual.
Neste 1.º ano do concurso, alguns alunos do 6.º ano (leitura), 7.º ano (matemática) e 8.º ano (ciências) da nossa Escola, foram desafiados a participarem neste projecto. Na 1.ª fase, que decorreu na nossa Escola, foi seleccionado, para cada uma das áreas o(a) aluno(a) com melhor pontuação. Passámos depois à fase distrital, no dia 3 de Março, realizada na Escola Secundária da Sé, tendo a prova servido para encontrar o representante distrital.
Na sexta-feira, dia 3 de junho, os representantes distritais apurados encontraram-se em Lisboa, na Escola Secundária António Damásio, para se achar o vencedor nacional.
O nosso Agrupamento representou o distrito da Guarda na final de ciências, pelo aluno do 8.ºB, Tomás Saraiva, onde se confrontou com os outros 10 representantes distritais. A prova de ciências foi aquela em que se verificaram os resultados mais altos. A vencedora nacional obteve a extraordinária pontuação de 99%.
Só pelo facto de ter aceitado o desafio, se ter empenhado e ter chegado, num lote de 11 alunos, à grande final de ciências, o Tomás merece da nossa parte admiração e gratidão e é um dos 11 vencedores nacionais da prova de ciências. A atitude, a competência e o à vontade, reveladas na entrevista ao canal da RTP2, passada no programa Zig Zag de 11 de Junho, abrilhantou ainda mais a sua presença neste evento.
Esperamos que o seu exemplo seja seguido, nos próximos anos, neste e noutras competições escolares, para também na educação representarmos condignamente a comunidade de Pinhel, “porque mais triste do que querer e não poder, é poder e não querer”, não querer sequer tentar, não nos disponibilizarmos para hoje, darmos o melhor de nós em representação da Escola, amanhã o melhor de nós em representação da nossa família, cidade ou mesmo País.
Acreditando na disponibilidade, como primeira condição, o empenho, o esforço e a crença, são condições imprescindíveis para conseguirmos atingir resultados dignos em qualquer actividade.
Para o ano lectivo de 2016/2017, outros desafios serão colocados aos alunos, tendo como certo que a primeira condição, para uma participação honrosa, será a disponibilidade para aceitar os desafios e com empenho total no dia a dia escolar, procurarmos testar as nossas capacidades e ultrapassar desafios, condição sine qua non, para se obter competências que vos permitirão ultrapassar esses e todos os outros desafios que a vida futuramente vos colocará, porque o que nos faz crescer, a todos, são as dificuldades e os desafios, com vitórias e derrotas, que vamos encontrando e empenhadamente superando.
Tal como o ditado Chinês que diz  “…se encontrares um homem com fome, …não lhe dês um peixe… ensina-o antes a pescar”, preconiza a importância das competências, em detrimento do sucesso fácil, inócuo e/ou gratuito, nós na escola, procuramos que todos os alunos desenvolvam competências para que, cada um à sua maneira, vá “pescando/construindo” no presente, um futuro de sucesso para a sua vida. Justifica-se assim o que habitualmente dizemos aos nossos alunos, a nossa missão de Professor, é criar-vos dificuldades/desafios, e auxiliarmos-vos a superá-las.
Termino, relembrando o que a Coordenadora Científica do Concurso Literacia 3D, Glória Ramalho, disse a propósito deste:
«Este concurso é um apelo ao conhecimento e nesse apelo há uma procura de excelência dos alunos consigo próprios, não só para ganharem mas também para se confrontarem com o desafio.»
Porque só no desafio, nós podemos desenvolver e testar as nossas capacidades. E porque o dia-a-dia da vida será certamente, para cada um de nós, sempre um grande desafio. Felizmente, de vez em quando, há desafios em que cabe a cada um decidir se os aceita, e nesse caso só o empenho total é suficiente para que a nossa participação nos dignifique.
Foi o caso do nosso aluno, Tomás Saraiva, que com a sua honrosa participação se dignificou, dignificando a sua Escola, a sua Família, a sua Cidade.
A nós, cumpre-nos dizer ao Tomás, parabéns e obrigado.

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Marchas Populares em Pinhel

Os alunos do pré-escolar e do 1.º Ciclo do concelho de Pinhel participaram mas Marchas Populares que se realizaram no dia 8 de junho (quarta-feira) no Jardim 5 de Outubro.



(Fotos da página do facebook do Município de Pinhel)

Pode ver mais fotografias das Marchas Populares na página do facebook do Município de Pinhel (clique aqui).

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Exposição de trabalhos na EB2 de Pinhel

Encontra-se patente, na biblioteca da Escola Básica do 2.º Ciclo de Pinhel, uma exposição de trabalhos realizados pelos alunos nas disciplinas de Educação Visual e Educação Tecnológica.
Esta atividade está inserida no Plano Anual de Atividades do Agrupamento e conta com a colaboração da biblioteca escolar.
No mesmo espaço encontram-se, ainda, trabalhos elaborados pelos alunos no âmbito da disciplina de História e Geografia de Portugal e no Atelier de Artes.
Aqui ficam algumas fotos da exposição:






“Um dia na escola”

Com o objetivo de facilitar a integração no 1º C.E.B., os meninos de 5 anos/finalistas realizaram no dia 30/05/2016 uma atividade à qual deram o nome de “Um Dia na Escola do 1ºCiclo”. Esta teve início pelas 9h, no espaço exterior da escola, com o acolhimento pelo Sr. Coordenador, Professor Joaquim Pinharanda. Já no espaço interior tivemos oportunidade de conversar um pouco, seguindo-se a aula de música, muito divertida, com o Professor Ângelo. O tempo passou sem darmos conta e em breve chegou o intervalo, e no espaço exterior tiveram a oportunidade de brincar com os futuros colegas, os meninos do Jardim da Santa Casa da Misericórdia, que também eles visitaram a escola neste mesmo dia.
Terminado o intervalo, fomos para a sala do 1º ano da Professora Maria José, onde depois de nos apresentarmos partilhámos a mesma cadeira para ver um pequeno filme “Não faz mal”, cabendo depois a tarefa de desenhar o que cada um mais gostou.
Também o almoço foi num ambiente bem diferente do habitual. Teve lugar na cantina da Escola da EB2, e correu muito bem.
Enquanto a hora da entrada não chegava, os meninos divertiram-se a jogar à bola, a escorregar e a brincar no recreio da escola.
O tempo passou rápido e nós nem demos conta. Na sala da Professora Maria José trocámos ofertas e entregámos ao Sr. Coordenador as nossas carinhas desenhadas num painel, como prova que nós estivemos ali, ficando a promessa que em setembro este painel faria parte da decoração do salão que os há de receber.
Segundo a avaliação dos finalistas foi um dia muito divertido, fixe e espetacular.
“A todos os que colaboraram para que esta atividade de articulação fosse possível, o nosso bem-haja.”

As Educadoras Carmo e Irene



Exposição de Fotografia de André Delhaye



“Cinco dias no Pezinho” é o título da exposição - comemorativa do Dia Internacional da Criança – que pode ser visitada na galeria de arte AADE em Pinhel de 1 de junho a 11 de julho.
Organizada por Grupo de Educação Especial e Departamento de Expressões do Agrupamento de Escolas de Pinhel, Município de Pinhel e Núcleo Familiar da Quinta do Pezinho da Obra de Nossa Senhora das Candeias, contou com a cooperação da Galeria de Arte AADE o do Movimento Poético.
O Núcleo Familiar da Quinta do Pezinho, em Pinhel, pertence à Obra de Nossa Senhora das Candeias. É constituído por uma dúzia de Pessoas, sobretudo rapazes que aí vivem desde crianças, com algumas limitações e capacidades surpreendentes.
O Agrupamento de Escolas de Pinhel tem uma parceria com a Quinta do Pezinho, onde um aluno com necessidades educativas especiais desenvolve o seu currículo específico individual.
    André Delhaye, como pessoa e artista otimista e inclusivo, aceitou o nosso convite; integrando-se no grupo por alguns dias e colhendo imagens, de modo a transmitir-nos a sua visão de atividades da vida diária e agrícolas, apresentou-nos vivências através de algumas fotografias a preto e branco.
Nascido e crescido no Porto, as (questionáveis?) opções académicas tomadas ditaram um futuro tão incerto como fascinante: o curso superior de cinema abriu as portas à profissão de fotógrafo, enquanto a licenciatura em filosofia iniciou um roteiro pela Europa, tendo vivido em Espanha, Inglaterra, França e Irlanda.
Espanha viu-o tirar as primeiras fotografias, mas foi em Inglaterra que desenvolveu e aprofundou técnica e conhecimentos.
O desejo de contar histórias com imagens trouxe-o até Pinhel. O projeto "Cinco dias no Pezinho" foi a realização de um sonho e começo de outro: materializou-se uma ideia antiga de explorar o conceito clássico de reportagem e, simultaneamente, criar a necessidade de prosseguir esse caminho.
As vidas vão-se des/envolvendo, mas a história está ainda por acontecer.

Manuel Neves
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...