quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Programa de rádio "A Voz da Escola" - 17 e 18 de janeiro


CONCURSO NACIONAL DE LEITURA – fase escolar

Realizou-se na manhã desta quarta-feira (dia 15 de janeiro) o Concurso Nacional de Leitura na EB2, com a participação dos alunos do 1º ciclo e do 2º ciclo.
O 1º ciclo (3º e 4º anos) participou das 9h 30 às 10h30 com uma inscrição record (51 alunos).
A obra que serviu de base foi “O Capuchinho Cinzento” de Matilde Rosa Araújo.
O 2º ciclo realizou a prova, das 11h às 11h 45m tendo como base a obra “Laura e o Coração das Coisas”, cuja tradução é de Inês Pedrosa.
Na parte da tarde foi a vez dos alunos do 3.º ciclo e do ensino secundário prestarem provas sobre os seus conhecimentos das obras lidas.


 

Concurso Nacional de Leitura - 15 de janeiro

     

terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Bocage - Autor do Mês de janeiro na biblioteca ES3

“Manuel Maria Barbosa du Bocage, o mais completo poeta do nosso século XVIII, nasceu em Setúbal em 1765 e faleceu em Lisboa em 1805. Aos 16 anos assentou praça na Infantaria de Setúbal, mas em 1783 alista-se na Academia Real da Marinha. Em Lisboa, participa na vida boémia e literária e começa a ganhar fama a sua veia de poeta satírico.
Em 1786 embarca para a Índia, chegando a ser promovido a tenente; em 1789 aventura-se a ir a Macau e neste ano regressa a Portugal.
Em 1791 publica o primeiro volume de Rimas e integra-se na Nova Arcádia (ou Academia de Belas Letras), onde recebe o nome de Elmano Sadino. Mas Bocage, pela sua instabilidade e irreverência, não se adaptou ao convencionalismo arcádico e abre conflitos com os seus confrades.
Em 1797 é acusado de "herético perigoso e dissoluto de costumes"; e, como era conhecida a sua simpatia pela Revolução Francesa, é preso e condenado pela Inquisição. Quando sai da reclusão, conformista e gasto, vê-se obrigado a viver da escrita (sobretudo de traduções). Recebeu o auxílio de alguns amigos mas acabará por morrer doente e na miséria.”
Fonte: https://www.wook.pt/autor/bocage/9129

Livro de Bocage da Biblioteca da Escola Secundária com 3.º ciclo de Pinhel:

Livros de Bocage da Biblioteca Municipal de Pinhel:

"Rimas" de Manuel Maria de Barbosa du Bocage: http://ensina.rtp.pt/artigo/rimas-de-bocage/

Poema de Bocage: "Glosando o mote: morte, juízo, inferno, paraíso": http://ensina.rtp.pt/artigo/glossando-o-mote-morte-juizo-inferno-paraiso-de-bocage/

 

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

COP 25: “Tempo de Agir”


Realizou-se, entre os dias 2 e 13 de dezembro de 2019, em Madrid, a 25ª edição da Conferência das Partes (COP), evento proveniente da Convenção Quadro das Nações Unidas para as Alterações Climáticas, promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU).
Num tempo em que as mudanças climatéricas resultantes da ação do Homem no planeta Terra são cada vez mais visíveis – note-se, por exemplo, o flagelo que se tem vindo a arrastar nos últimos tempos, na Austrália – é extremamente necessário que se procurem soluções ou formas de minimizar os efeitos deste problema. Este é justamente um dos principais objetivos da COP, que teve a sua primeira edição em 1994.
O tema desta última conferência foi “Tempo de Agir”, e participaram nela cerca 195 países, com representação de 50 líderes mundiais, incluindo o nosso Primeiro Ministro, António Costa. Todavia, os principais protagonistas desta COP 25 foram os grandes emissores de GEE (Gases de Efeito de Estufa), nomeadamente a China, a Índia, a Rússia, os Estados Unidos da América e a União Europeia (UE), apesar de se verificar também uma forte preocupação por parte de alguns países insulares que têm sido os principais alvos das alterações climáticas, como são exemplo as Maldivas, Samoa, as Ilhas Salomão, Kiribati e Vanuatu. Aparte de representações oficiais dos países, poder-se-á destacar a participação de novas empresas tecnológicas e inovadoras e também de ativistas que lutam por um mundo menos poluidor, como a jovem sueca Greta Thunberg.
Nesta Cimeira do Clima em que a Espanha e o Chile foram coanfitriões, discutiram-se propostas para amenizar os efeitos da crise climática que vivemos. No final, o grande desafio que foi proposto a todos os países, isto é, o acordo oficial resultante destes 11 dias de debate define que, em 2020, os Estados deverão agir de forma a impedir que a temperatura média do nosso planeta neste século não aumente mais que 1,5 graus. Da mesma forma, definiu-se que todos os países deverão apresentar, este ano, compromissos mais ambiciosos de modo a diminuir as Contribuições Nacionais Determinadas – as suas emissões de carbono.
Artigo redigido pela turma do 12ºC no âmbito do Projetos PILESA (Projeto de Investigação, Leitura, Escrita e Sensibilização Ambiental) – EcoEscolas AEP
COP 25 liderada por Carolina Schmidt

Projeto PILESA - EcoEscolas


Projeto PILESA (Projeto de Investigação, Leitura, Escrita e Sensibilização Ambiental) – EcoEscolas AEP
O projeto PILESA é um projeto que nasce no seio do Projeto EcoEscolas do Agrupamento de Escolas de Pinhel e pretende levar os alunos de todas as turmas do 3º ciclo e secundário a refletir sobre algumas das questões mais importantes e atuais em termos ambientais!
O desafio que lançamos é simples e aliciante… investiga, lê, redige, sensibiliza e contribui para um mundo mais sustentável!!!
Em breve serás “eco aliciado”!...
EcoSaudações da Equipa EcoEscolas AEP

Parlamento dos Jovens - 20 de janeiro

No dia 20 de janeiro realizar-se-ão as sessões escolares do Parlamento do Jovens.

Logo pela manhã, a partir das 8:45, os alunos que se inscreveram no Parlamento dos Jovens reunir-se-ão com o Senhor Deputado da Assembleia da República Santinho Pacheco que manifestou disponibilidade para visitar a nossa escola.

Ainda na parte da manhã, os alunos do ensino secundário participarão numa sessão plenária do Parlamento dos Jovens para aprovarem as medidas que vão levar à sessão regional e para elegerem os deputados que irão representar o nosso agrupamento. Na parte da tarde, será a vez dos alunos do terceiro ciclo.




terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Jornal "O Teimoso", número 16 - janeiro de 2020

 Já está a ser distribuída a edição número 16 do jornal escolar “O Teimoso”, do Agrupamento de Escolas de Pinhel.
“O Teimoso” integra o projeto "A Ler+", do Plano Nacional de Leitura e é distribuído gratuitamente a todos os alunos, docentes e pessoal não docente do nosso Agrupamento.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...