quarta-feira, 31 de março de 2010

3º Encontro de Xadrez do Desporto Escolar (Realizado em Pinhel)

Classificação Colectiva

Lugar

Nome

Classif.

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PINHEL

39

ESCOLA SECUNDÁRIA DE F. C. RODRIGO

29

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA SEQUEIRA

26.5

ESCOLA BÁSICA 2/3/S - SACADURA CABRAL

22

Classificação Individual (Top 10)

Lugar

Nome

Clube

Classif.

João Paulino

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PINHEL

8

Wilson Santos

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PINHEL

7.5

João Correia

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PINHEL

7

Alex Pinheiro

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PINHEL

6

Cristiana Coelho

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA SEQUEIRA

6

Ana Figueiredo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA SEQUEIRA

5.5

Alexandre Júlio

ESCOLA BÁSICA 2/3/S – SACADURA CABRAL

5.5

Vítor Seguro

ESCOLA SECUNDÁRIA F. C. RODRIGO

5.5

Rafaela marques

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PINHEL

5.5

10º

Marco Merouço

ESCOLA SECUNDÁRIA F. C. RODRIGO

5.5

quarta-feira, 17 de março de 2010

terça-feira, 16 de março de 2010

A Árvore do Centenário - Comemorações do Dia Mundial da Árvore


A Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República promove uma iniciativa intitulada "A Árvore do Centenário" no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Árvore, no próximo dia 21 de Março de 2010, recordando a Festa da Árvore e evocando as campanhas pela sua protecção levadas a cabo durante a I República.

Este projecto tem por objectivo promover, divulgar e apoiar iniciativas relacionadas com a preservação do património, acompanhado por uma evocação histórica que deverá ser assinalada pela plantação de árvores a nível nacional.
Convida-se a comunidade em geral, e o público escolar em particular a participar nestas actividades, nomeadamente através de plantação de árvores, da realização de trabalhos escolares de investigação acerca da identificação e registo das principais espécies autóctones da região e de trabalhos escolares sobre a celebração da Festa da Árvore.

Toda a informação relativa a esta iniciativa está alojada no Portal do Centenário: http://arvore.centenariorepublica.pt.

Com o mesmo efeito, existe este email específico: arvore@centenariorepublica.pt

segunda-feira, 15 de março de 2010

Participação na Futurália

O Curso Profissional de Técnico de Secretariado teve o privilégio de participar, de 10 a 13 de Março, na Futurália 2010 que decorreu nas instalações da Feira Internacional de Lisboa (FIL) no Parque das Nações.
Esta participação surgiu na sequência da selecção feita pela Direcção Regional de Educação do Centro entre as suas Escolas Secundárias com o Curso Profissional de Secretariado.
Os objectivos deste evento, para nós eram: divulgar o Curso Profissional de Técnico de Secretariado, demonstrar situações práticas desta profissão e captar jovens estudantes para esta área profissional, divulgar a nossa Escola e o património arquitectónico da nossa cidade de Pinhel.
A organização do espaço foi da responsabilidade da ANQ (Agência Nacional para a Qualificação) que o denominou de Vila das Profissões dividida por Bairros. O nosso curso estava integrado no Bairro Trabalhar em Gestão e Serviços.
Das tarefas que executámos no nosso Escritório de Secretárias destacamos o atendimento e esclarecimento dos visitantes; gestão da agenda das nossas tarefas, digitação, digitalização e fotocópia de documentos diversos, preparação de correspondência para o correio, organização e realização de uma reunião de trabalho, elaboração de currículos e resposta a anúncios de emprego, etc.
Neste evento de educação e formação estavam presentes as mais diversas profissões e saídas profissionais quer de nível secundário quer de nível superior. Tanto Escolas Secundárias Públicas como Escolas Profissionais, Centros do I.E.F.P., Universidades Públicas e Privadas, Institutos Politécnicos e Universidades Estrangeiras divulgaram os seus cursos e respectivas saídas profissionais realçando os seus pontos fortes. Particularmente nos dias 10,11 e 12 o evento da Futurália recebeu milhares e milhares de jovens que procuravam elucidar-se sobre o seu percurso académico futuro e as respectivas profissões. Houve também muita animação musical e artística. Uma autêntica festa da juventude.
É com todo o agrado que dizemos que cumprimos todos os objectivos desta experiência magnífica. Não poderíamos ter sido melhor acolhidos quer em termos de participantes activos do evento quer em termos de alojamento e refeições.
Agradecemos a todos os que nos possibilitaram e/ou ajudaram nesta participação notável em particular a DREC, a ANQ, o Município de Pinhel, a nossa Escola e a respectiva C.A.P. e a Directora de Curso e Professores – Lurdes Ferreira, Isabel Aragonêz, Margarida Neta e Carlos Franco.


12º E
Curso Profissional de Técnico de Secretariado



video

Frédéric Chopin, autor do mês de Março




No dia 1 de Março de 2010, comemorou-se o bicentenário do nascimento de Frédéric Chopin, compositor polaco que marcou indiscutivelmente o mundo da música.
A data foi celebrada com várias manifestações culturais em Varsóvia: a inauguração do Fryderyk Chopin Museum e uma maratona musical na qual se interpretaram, sem interrupção, as suas peças.
Mas quem foi Chopin? Quando viveu? Em que estética se enquadrou? A estas e outras questões pretendemos dar resposta ao escolhermos Chopin como autor do mês de
Março.
Frédéric Chopin nasceu em Zelazowa Wola, perto de Varsóvia, a um de Março de 1810 e morreu em Paris em 1849. Era filho de Nicolau Chopin, um francês emigrado na Polónia que casou com uma polaca da família Skarebk.
O compositor nasceu no seio de uma família ligada à música e a sua aptidão precoce para esta arte revelou-se de forma muito rápida nas primeiras aulas que recebeu da sua mãe, aos seis anos de idade.
O seu primeiro concerto público ocorreu quando ele tinha oito anos. Na mesma época viu publicada sua primeira obra, uma polonaise. Prosseguiu conciliando os seus estudos no Liceu de Varsóvia com as aulas de piano.
Em 1825, apresentou-se ao czar Alexandre I. No ano seguinte, ingressou no Conservatório de Varsóvia, onde iniciou os seus estudos com o compositor Joseph Elsner.
Em 1830, dias antes de eclodir a Revolução Polaca contra a ocupação russa, Chopin resolveu deixar Varsóvia e partir para Viena, que vivia sob o regime autoritário de Metternich. Em Julho do ano seguinte, Chopin seguiu para Paris, onde logo se integrou na elite local, passando a ser requisitado como concertista e como professor. Nessa época conheceu músicos consagrados, como Rossini e Cherubini, e outros da sua geração, como Mendelssohn, Berlioz, Franz Lizst e Schumann.
Chopin era um compositor romântico, como tal as suas composições eram marcadas pela melancolia.
Em 1838 Chopin uniu-se à controversa escritora Aurore Dupin, que usava o pseudónimo masculino de George Sand. O casal resolveu passar um tempo em Maiorca, mas o clima húmido da ilha piorou o estado de saúde do compositor que sofria de tuberculose. Em 1839, os dois voltaram para a França e em 1847 romperam definitivamente o relacionamento.
No dia 17 de Outubro de 1849, Frederic Chopin faleceu, aos 39 anos. Foi sepultado no cemitério de Père Lachaise, em Paris. O seu coração foi colocado dentro de um dos pilares da igreja de Santa Cruz, em Varsóvia, conforme o seu pedido.
Chopin dedicou toda sua obra ao piano, com excepção de apenas algumas peças. Várias das suas obras têm influência do folclore polaco, como é o caso das mazurcas e das polonaises.

Para saber mais sobre Chopin e sobre o Romantismo podes consultar os sites:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Frédéric_Chopin
http://pt.wikipedia.org/wiki/Mazurkas_(Chopin)
http://faroldasletras.no.sapo.pt/romantismo.htm
http://www.infopedia.pt/$romantismo
http://cvc.instituto-camoes.pt/literatura/romantismo.htm


Texto preparado pela Prof. Cândida Carlos

quinta-feira, 11 de março de 2010

A Maior Flor do Mundo de José Saramago

Primavera na Biblioteca Escolar



A Primavera chegou à Biblioteca, pelas mãos das Assistentes Operacionais Amélia e Eugénia que presentearam a Biblioteca Escolar com um lindo arranjo. Bem-haja pela iniciativa.

FarmVille


Os alunos da nossa escola participam com entusiasmo no jogo FarmVille. Não é raro utilizarem parte da hora de almoço para entrarem no referido jogo.
Reproduzimos (com a devida vénia) um texto esclarecedor sobre o Jogo FarmVille publicado em: http://artesteves.blogspot.com/ (Consultado no dia 11/03/2010).

Há pouco tempo, no fim de uma aula, um aluno meu tinha um Portátil em cima da mesa e quando eu ia a passar por ele, chama-me a atenção para a sua “Quinta Virtual”, pedindo-me opinião sobre o que eu achava dela. Eu já tinha ouvido falar nesta FarmVille, a loucura actual dos jovens, só comparada com o jogo Tamagotchi , que depois vim a saber ter o FarmVille o mesmo princípio, que no fundo passa por responsabilizar o jogador para as tarefas de uma quinta virtual. Pelos vistos e pelo que o meu aluno informou, caso o jogador não dê a devida assistência à dita quinta, tudo o que ele plantou seca, a erva cresce, o gado fica com fome, as vacas ficam sem poder ser ordenhadas, e tudo “vira um caos”, o que obriga a que haja uma permanente assistência para que tal caos não ocorra! E perde-se dinheiro, pois, pelo que me foi dado a perceber, há um investimento virtual em dinheiro na quinta, o que faz com que a mesma tenha que ser alvo de cuidados permanentes.

Ah…também a quinta traz lucros, pois quem bem dela cuida e dela tira boas colheitas soma pontos que são revertidos em dinheiro virtual, ou coisa que o valha! Pelo que me foi dado ler já existem mais de 80 milhões de agricultores virtuais por mês, 31 milhões por dia. É este o número de pessoas que se juntam numa aplicação da rede social Facebook para gerir e aumentar a produção animal e agrícola nas suas "quintas" do FarmVille.

Também li que, e passo a citar” dos 400 milhões de utilizadores do Facebook, um quinto aderiu à moda da agricultura virtual, a um ritmo de 10 milhões de novos agricultores a cada mês. O número é mais impressionante sabendo que esta contabilidade só atinge quem usou a aplicação pelo menos uma vez no último mês, refere a Mashable.

A responsável por este sucesso é a empresa de jogos online Zynga que, em Dezembro, foi valorizada em 1,1 mil milhões de euros no caso de ir para a Bolsa. A empresa lançou antes o PetVille e depois o FishVille para lidar nos aquários com o sucesso que teve em terra. Este jogo também acedeu à lista dos dez jogos mais procurados no Facebook, liderado pelo FarmVille, mas onde também estão presentes outros sucesso da empresa como o MafiaWars (o nome é elucidativo) ou o Café World, onde se é gestor de um restaurante e se tem de satisfazer a clientela.

O FarmVille foi testado esta semana num telemóvel Android, antecipando o caminho da agricultura virtual para os telemóveis e aproximando-o ainda mais da sua origem no Tamagotchi, um pequeno brinquedo portátil de enorme sucesso lançado em 1996 pela japonesa Bandai e que obrigava os utilizadores a "alimentá-lo" sob pena de assistirem à sua "morte".
Cruzando a filosofia do Tamagotchi com simuladores lúdicos como a série The Sims e a tendência pela agricultura urbana, em que os citadinos tratam de pequenos espaços nas suas cidades para ali plantar flores ou produtos agrícolas, o FarmVille tornou-se um sucesso.

Brian Reynolds, da Zynga, explicou na semana passada que o jogo demorou cinco semanas a concretizar por uma equipa de 15 a 20 pessoas e teve um custo entre 114 mil e 341 mil euros. Mas "o investimento não termina no lançamento" e é necessário continuar a interessar os jogadores com novidades, referiu ao site Gamasutra, para criar uma "magia social" e um "capital social" de relevância entre os seus utilizadores. A entreajuda é valorizada com pontuação positiva, o que incentiva a fertilizar a quinta do vizinho ou a pedir ajuda para certas tarefas necessárias ao sucesso das plantações. Surgida em Julho de 2007, a Zynga analisa em tempo real os interesses dos jogadores e adequa rapidamente os mesmos para a maioria. A procura por programadores e antecipando o interesse dos jogadores na Índia (mais de 81 milhões de utilizadores da Internet) levou-a a abrir este mês um novo espaço em Bangalore.

O rumor de que o FarmVille passaria a ser pago a partir de Abril foi rapidamente desmentido esta semana, apesar do dinheiro que a empresa recebe pela venda de bens virtuais não chegar para as despesas. No entanto, alguns dados revelam como a empresa se mexe num mercado interessante. Segundo um inquérito revelado este mês pelo Information Services Group, realizado para a empresa de jogos casuais online Popcap Games, o perfil deste tipo de jogador é feminino com 43 anos.
38% das mulheres inquiridas afirmam jogar várias vezes ao dia, perante apenas 29% de homens que declaram o mesmo. “

Entramos na era da agricultura virtual e que pelos vistos veio para ficar!
Publicada por Maria de Fátima Pereira em Sexta-feira, Fevereiro 26, 2010

Nova Plataforma Moodle do Agrupamento


-->O Agrupamento de Escolas tem um novo domínio na internet (aepinhel.org) e, já tem criada a nova Plataforma Moodle em http://moodle.aepinhel.org. Brevemente estará no mesmo domínio o portal do agrupamento e o portal das bibliotecas.
Os docentes que quiserem criar disciplinas, depois de se registarem (o registo do docente na plataforma pode ser feito pelo próprio dado que é efectuado com autenticação por e-mail) deverão enviar um e-mail para
aepinhel.pte@gmail.com e indicar:
· O nome de utilizador (que resultou do registo na plataforma);
· O nome que pretende para a disciplina;
· O departamento onde quer a disciplina.

terça-feira, 9 de março de 2010

Laboratório nas Escolinhas

No passado dia 3 de Março os alunos do 12º B, sob a supervisão da Professora Gabriela Cunha, desenvolveram um conjunto de actividades experimentais com os alunos do 4º ano, na Escola Básica do 2º Ciclo do Agrupamento de Escolas de Pinhel.

Este projecto pretende, pelo segundo ano consecutivo, promover e estimular o gosto pelas Ciências e incentivar, nos alunos mais novos o interesse pelo saber.

Esta actividade foi acolhida com muito entusiasmo junto dos pequenos “cientistas”que se revelaram muito interessados e receptivos.


A professora que dinamizou este projecto assegura que o balanço é francamente positivo, a avaliar pelo empenho e dedicação dos alunos promotores da actividade e pela receptividade dos seus destinatários.

segunda-feira, 8 de março de 2010

Concurso Ler+ Ciência


"A iniciativa Ler+ Ciência procura estimular a leitura de obras científicas (e de ficção científica) entre as crianças e os jovens.
Neste âmbito, o Plano Nacional de Leitura, a Fundação Calouste Gulbenkian e a Ciência Viva criam o concurso Ler+ Ciência, de âmbito nacional e destinado a jovens do ensino básico e do secundário.
O concurso tem como objectivo a realização de um texto ou vídeo de promoção de um livro científico, de divulgação científica ou de ficção científica que tenha sido analisado pelo concorrente, com vista a suscitar o interesse de outras pessoas para a obra.
As apresentações dos trabalhos podem ser submetidas por escrito, através de um texto que não deverá exceder os 1500 caracteres, ou em gravação vídeo, que não deverá exceder 60 segundos.
As candidaturas são individuais e apresentadas, exclusivamente, por formulário electrónico, disponível na página da Ciência Viva.
Os trabalhos premiados serão publicados no Clube de Leituras do Plano Nacional, na página da Ciência Viva e ainda na Ciência Viva TV."
Para mais informações, podes consultar o site:
http://www.min-edu.pt/outerFrame.jsp?link=http%3A//www.cienciaviva.pt/divulgacao/lermais.asp

sexta-feira, 5 de março de 2010

Agrupamento de Escolas na Futurália

O Curso Profissional Técnico de Secretariado deste Agrupamento foi seleccionado e vai participar no maior salão de Oferta Educativa, Formação e Emprego - Futurália - na FIL, nos dias 10, 11, 12 e 13 do corrente mês.

Feira das Ciências e Feira de Orientação Escolar e Profissional




-->
Data – 22 e 23 de Abril
Horas:
22 de Abril 10.30 h- 12.30h 14.15h – 20.00h
23 de Abril 09.30h- 12.30h 14.15h- 16.30h
Local – Agrupamento de Escolas de Pinhel – Escola Secundária/3º CEB de Pinhel
Texto Resumo: Com este evento pretendemos abrir os horizontes da ciência na mente das crianças e jovens, ao mesmo tempo que os ajudamos a perspectivar o seu futuro académico e profissional
Organização: Agrupamento de Escolas de Pinhel – Departamento de Matemática e Ciências Experimentais e Serviço de Psicologia e Orientação
Parceiros envolvidos: Junta de Freguesia de Pinhel, Município de Pinhel

Ficha de Inscrição: download

terça-feira, 2 de março de 2010

A Filosofia na Pré-Primária

Nos dias vinte e dois e vinte e três de Fevereiro as turmas A, B e C do 11.º Ano deslocaram-se ao Jardim de Infância para realizar com as crianças de quatro e cinco anos, actividades piagetianas no âmbito da disciplina de Filosofia.
Foi uma experiência inesquecível pela interacção criada entre os maiores e os mais pequenos que pretendemos repetir.
O ambiente criado foi muito agradável e as educadoras e auxiliares foram muito simpáticas e acolhedoras.
Os dados recolhidos através das diversas experiências permitem-nos ter uma ideia mais sólida e rigorosa acerca do tema em estudo.
Para ilustrar este momento fica com um conjunto de fotografias.

Bicentenário de Chopin


Ver vídeo e notícia publicada em: http://aeiou.expresso.pt/mundo-comemora-bicentenario-de-chopin=f568283

Exposição "A Arte que o Côa Guarda"








Chegou ao fim a exposição “A Arte que o Côa Guarda”. Os objectivos foram atingidos plenamente. Quase 1200 pessoas visitaram a exposição que pretendia mostrar como viviam os homens do Paleolítico Superior no Vale do Côa. Organizaram-se visitas guiadas para todas as turmas do Agrupamento de Escolas de Pinhel (só uma ou duas não puderam participar nas visitas) e Oficinas de Arqueologia Experimental para o 1.º ciclo e pré-escolar.
Agradecemos aos técnicos Parque Arqueológico do Vale do Côa e, em especial, à Sr.ª directora, Dr.ª Alexandra Cerveira Lima, o empenho e o imenso esforço dispendido ao longo de mais de um mês de exposição.
À autarquia, agradecemos o apoio na organização e divulgação da exposição, bem como no transporte dos alunos das freguesias para participarem nas actividades.

segunda-feira, 1 de março de 2010

Desporto Escolar - Torneio Distrital de Xadrez


2º Encontro - Escola da Sequeira

Classificação por Escolas

1 AE PINHEL 38.5
2 ES F. C. RODRIGO 33.5
3 AE SEQUEIRA 30.5
4 EB2,3S SACADURA CABRAL 23.5


Classificação por Alunos



As bibliotecas do Agrupamento de Escolas de Pinhel receberam, por oferta do Município de Pinhel, quatro exemplares do livro “Atlas da Fauna do Vale do Côa”, editado pelo Município em 2008. O Atlas é um guia da fauna da região do Vale do Côa muito útil para alunos e professores.
“As 186 espécies de peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos que habitam a zona são representadas através de mapas e de fotografias de excelente qualidade, abordando-se igualmente algumas das espécies de invertebrados mais representativos”.
Aqui deixamos o nosso agardecimento à Autarquia e aos seus responsáveis.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...